TITLE

DESCRIPTION

30 dias e informações úteis para você viajar para a Turquia

Depois de diversos relatos, montamos um manual para facilitar seu planejamento na hora de viajar para a Turquia. Este é um miniguia com diversas informações para esclarecer suas dúvidas e evitar que você caia em roubadas. Se tiver alguma questão, não deixe de nos perguntar. Mesmo se não soubermos a resposta, iremos atrás… agora é só arrumar as malas!

 

 

A República da Turquia é um grande país de quase 800 mil km² localizado na Eurásia, no encontro da Europa com a Ásia. Faz fronteira com Bulgária, Grécia, Geórgia, Armênia, Irã, Azerbaijão, Iraque e Síria, e é banhada pelos mares Mediterrâneo, Egeu, Negro e de Mármara.

 

 

A principal metrópole é Istambul e a segunda, a capital, é Ancara. Sua população é de 75 milhões habitantes, a maioria muçulmanos (97%), embora seja um país laico, sem religião oficial. Desde 2002, a Turquia, que adota o parlamentarismo, é governada pelo primeiro-ministro Recep Tayyip Erdoğan. Sua economia é uma das principais do planeta, com o 17º maior PIB do mundo.

 

 

DICAS PARA VIAJAR PARA A TURQUIA

1) COMO CHEGAR

A principal porta de entrada do país é Istambul, que possui o maior aeroporto e é destino da maioria dos voos internacionais. A Turkish Airlines tem voos diretos para o Brasil, mas é possível fazer conexões por diversas outras companhias na Europa.

 

 

 

2) IMIGRAÇÃO

Brasileiros não necessitam de visto para visitar a Turquia por até 90 dias, apenas de passaporte válido (é sugerido ao menos 6 meses) e não é cobrada nenhuma taxa e nem são exigidas vacinas. Logo no desembarque internacional, você verá placas sinalizando países que necessitam ou não de visto. Se você chega por terra, pode haver problemas por falta de informação da imigração sobre a não necessidade de vistos. Portanto, procure levar todos os documentos e, se possível, uma cópia dessa informação retirada do site da embaixada ou do consulado (em inglês ou turco).

 

 

 

3) DINHEIRO

A moeda da Turquia é a Lira Turca, que tem como símbolo TL. Na época data desse post, 1,92TL era equivalente a US$1. Embora dólar e Euro sejam bem aceitos, vale ter a moeda local para compras em lugares menos turísticos e para evitar conversões desfavoráveis. Caixas eletrônicos estão espalhados por todas as cidades e cartões de créditos são aceitos em praticamente todos os locais turísticos.

 

4) IDIOMA

A língua oficial é o turco, que utiliza o alfabeto latino. Até 1928, era utilizado o alfabeto árabe (se me permitem: “com aqueles desenhinhos”). O inglês é super bem aceito e falado nos mais diversos locais.

 

 

 

5) RELIGIÃO

Embora a maioria da população seja muçulmana, você vai perceber que a prática do Islamismo na Turquia é bastante peculiar. Eles conseguiram adaptar a religião aos tempos modernos e as demais religiões são respeitadas. A burca, que cobre todo o corpo e o rosto das mulheres, foi proibida por lei, mesmo que não seja difícil encontrar algumas usando a vestimenta nas ruas. Normalmente elas são de outros países vizinhos. Já o “xador”, que é uma roupa totalmente preta, mas que deixa o rosto à mostra, é usado em alguns casos como tradição familiar. A maioria das mulheres do país vestem roupas modernas, mas o uso de lenço sobre a cabeça é comum. Em visitas a mesquitas, turistas também devem usá-los além de cobrir os ombros. Na maioria das vezes, os lenços são emprestados às visitantes nesses próprios locais. A poligamia também é proibida, mulheres têm autonomia e bebidas alcoólicas são vendidas por todos os lados.

 

 

 

6) OS TURCOS

Os turcos são famosos por serem hospitaleiros e amigáveis. Eles adoram os brasileiros (futebol, claro) e não têm a mínima vergonha de perguntar tudo sobre sua vida. Você vai notar que até mesmo os garçons se sentam na sua mesa e fazem uma maratona de perguntas, entre elas “Por que você ainda é solteiro(a)?”, “Quanto você ganha?”, “Não quer me vender seu celular?”…

 

 

 

7) VIOLÊNCIA

A Turquia é um dos países mais seguros da Europa. Não confunda os conflitos no Oriente Médio com o país. Mesmo assim, protestos são bastante comuns, então tente evitar as regiões onde eles estão acontecendo.

 

 

 

8) CUIDADOS

Você se sentirá mais seguro nas ruas das grandes cidades turcas que no Brasil, mesmo durante à noite. Mas é bom ficar atento, principalmente homens que viajam sozinhos, a golpes. Não dê papo para simpáticas pessoas que o abordem nas ruas ou o convidem para tomar um raki, bebida típica do país, ou uma cerveja. Pode ser uma maneira de ser forçado a dar dinheiro sobre pressão ou até mesmo ameaça física.

 

 

 

9) FUSO HORÁRIO

A Turquia adota o Horário do Leste Europeu (GMT+2), ou seja, 2 horas a frente do Horário de Greenwich (Greenwich Mean Time). Em relação ao Brasil, são 5 horas a mais. Por exemplo, se no Rio de Janeiro são 12h, em Istambul são 19h. Vale lembrar que entre março e outubro o país adota o Horário de Verão e adianta os relógios em 1h. Nesse caso, a Turquia fica 6h à frente do horário de Brasília.

 

 

 

10) TRANSPORTE

Por ser um país grande, a melhor forma de percorrê-lo é de transporte coletivo, seja de ônibus, barco, trem ou avião. Os ônibus são confortáveis, muitas vezes com serviço de bordo e até mesmo entretenimento pessoal. As principais companhias são: Kâmil KoçMetro TurizmUlusoy e Varan Turizm.

A principal companhia área é a Turkish Airlines, mas existem várias outras, inclusive low-costs. Se você viaja a partir de Istambul, fique atento ao aeroporto de partida, já que as empresas mais baratas saem de Sabiha Gokcen, mais distante. Outras companhias aéreas que servem o país são Pegasus Airlines, Anadolu Jet, Sun Express Airlines, Atlasjet e Onur Air.

 

 

 

11) DIRIGIR

Muitos brasileiros alugam carros para percorrer o país com mais liberdade, cruzar as montanhas do litoral do Mar Egeu e Mediterrâneo e chegar à Capadócia. A CNH constuma ser aceita, mas se você tiver uma Habilitação Internacional pode evitar maiores dores de cabeça. A “mão” é como no Brasil, dirige-se pela direita.

 

 

 

12) COMUNICAÇÃO

Internet Wi-Fi está disponível por todos os lados. Embora normalmente seja fechada, basta pedir a senha ao dono do estabelecimento que ele lhe dará sem problema algum. Os SIM Card (chips) para telefones celulares também são populares e baratos, inclusive com planos pré-pagos para uso de voz ou dados. As principais companhias telefônicas são a Turkcell e Vodafone.

 

 

 

13) PROIBIÇÕES

É ilegal sair do país com qualquer tipo de antiguidade, portanto evite comprar objetos duvidosos em sítios arqueológicos. Lojas de tapetes normalmente emitem um documento provando que aquele produto não é uma antiguidade. O uso de drogas também é proibido e punido com prisão. Menores de 18 anos não podem beber ou dirigir. Turistas não devem andar sem ao menos uma cópia do passaporte.

 

 

 

14) BEBIDAS ALCOÓLICAS

Embora muçulmanos, os turcos adoram beber o tradicional “raki”, uma aguardente de anis que normalmente é misturada com água gelada. Portanto, a venda e o consumo de bebidas alcoólicas de todos os tipos são práticas comuns. Beber nas ruas é proibido, mas não é difícil encontrar algum turista com uma cerveja na mão.

 

 

 

15) FUMO

Os turcos fumam muito e em todos os lugares. Mesmo em lugares fechados, como restaurantes, é comum receber uma “baforada” no rosto. Os cigarros, vendidos principalmente em lojas de conveniência, são mais caros que no Brasil. O narguilé também faz parte do cotidiano de bares e restaurantes.

 

16) COMIDA

A cozinha turca é deliciosa e os pratos variam muito de acordo com a região em que você está. Os kebaps estão espalhados por todo país, assim como o costume de tomar o çay, o chá turco. As mezes são aperitivos servidos em bares/restaurantes ou em casas turcas. São parecidos com os nossos acepipes e feitos para beliscar. Em um post específico falamos sobre as diversas opções da culinária local.

 

 

 

17) TOMADAS

 

As tomadas mais comuns são as com dois pinos redondos comuns no Brasil, mas com soquetes para que os plugs sejam encaixados. Você não deve enfrentar dificuldades se seus aparelhos eletrônicos usam os pinos redondos. Nos demais casos, use um adaptador, de preferência universal. A voltagem é de 220 volts e 50Hz.

 

 

 

18) BANHEIROS

Os banheiros que foram batizados como “turcos” pelo mundo afora agora são raridade no país, mas ainda encontrados em locais públicos. São nada mais que um buraco no chão com espaço para você colocar os dois pés e fazer suas necessidades. Hoje em dia, em bares, restaurantes e hotéis, usam os mesmos vasos sanitários que estamos acostumados.

 

 

 

19) HOMOSSEXUALIDADE

O homossexualismo é legal na Turquia, mas demonstrações em público, como no Brasil, ainda são motivo de muito preconceito e, em alguns casos, de violência física. As grandes cidades têm bares e boates voltados para o público GLS.

 

 

 

20) SAÚDE

Assim como para qualquer país, é recomendável viajar para a Turquia com um seguro-saúde. Existem centros médicos de ótima qualidade, mas que também podem cobrar caro pelo tratamento. Em um relato no Diário Radical, a Monique dá seu relato de como foi usar o seguro no país. Casos mais comuns de doenças são intoxicação alimentar ou diarreia, portanto evite tomar água que não seja mineral.

 

 

 

21) GORJETAS

Garçons esperam que você dê gorjetas nos restaurantes e bares. Elas variam entre 10% e 15%.

 

22) CLIMA

O verão (quando é inverno no Brasil) é muito quente e pouco chuvoso. Já o inverno (quando é verão por aqui) é gelado e chuvoso, inclusive com neve em diversas regiões.

 

 

 

23) TERREMOTOS

O país está em uma zona ativa de terremotos, assim como o México ou a Califórnia, nos Estados Unidos. Relatos de tremores de terra, inclusive fortes, são comuns.

 

 

 

24) RAMADÃ

O Ramadã é o mês no qual os muçulmanos praticam o jejum anual, previsto no Alcorão, o livro sagrado dos Islâmicos. A data não é celebrada todos os anos na mesma época, já que varia de acordo com o calendário islâmico. O jejum vai do nascer ao pôr-do-sol e serve também para relações sexuais e tudo que vai contra a moral. Devido a esses dias, é comum, principalmente em menores cidades, que os restaurantes fiquem fechados durante o dia. Se você está em dúvida se deve ou não visitar o país durante essa época, vale dar uma lida no relato de uma brasileira que vive lá. Vale também consultar o calendário para os próximos anos.

 

 

 

25) VIAGEM COM CRIANÇAS

A Turquia é um destino amigável para viagens com crianças. Os principais destinos com atrações para os pequenos são Istambul, Capadócia e Bodrum, no litoral do Mar Egeu.

 

 

 

26) PREÇOS

A Turquia já foi um país barato, mas o crescimento da economia e o fato de ser um dos lugares mais visitados do mundo, acabou inflacionando os preços, principalmente durante a alta estação (primavera e verão). Mas no geral os preços são similares com os praticados no Brasil.

 

 

 

27) PRINCIPAIS PRODUTOS LOCAIS PARA COMPRAR

– Os tapetes são talvez o produto artesanal mais conhecido da Turquia. Os preços podem ser extremamente altos, dependendo da qualidade;
– As cerâmicas e produtos de olaria, feitos principalmente em Avanos, são pintados a mão com motivos otomanos;
Narguilés;
Lustres de vitrais de mosaico;
– Artigos de couro da região de Malatya;
Instrumentos musicais típicos;
– Muitos temperos e doces típicos.

 

 

 

28) HORÁRIO COMERCIAL

Bancos, correios e principais repartições públicas funcionam das 8h30 às 12h e das 13h às 17h. Já as lojas costumam ficar abertas das 9h às 18h, com exceções nas áreas mais turísticas.

 

 

 

29) EMBAIXADA E CONSULADO DO BRASIL

Embaixada do Brasil em Ancara
Ilkadim Sokak Nº 1 – Gaziosmanpasa – 06700 – Ankara
Tel: (90-312) 448 18 40
ancara.itamaraty.gov.br

Consulado Brasileiro em Istambul
Askeroğacı Caddesi, 6 – Süzer Plaza 4ºandar – Elmadağ, Şişli – Istambul
Telefone: (0212) 252-0013
istambul.itamaraty.gov.br

 

 

 

30) TELEFONES ÚTEIS

Emergências de saúde: 110
Polícia: 155
Bombeiros: 110
Resgate: 112
Polícia turística: (0212) 527 45 03
Informações turísticas: 170

 

 

Fonte: https://www.essemundoenosso.com.br

Compartilhar:

Contato

Cadastre seu e-mail e receba promoções exclusivas!

Seu Telefone (obrigatório)