Bagagem De Mão: O que pode e o que não pode levar

Uma dúvida muito comum entre os brasileiros que vão viajar para o exterior é relação ao que pode e o que não pode ser levado na bagagem de mão.

O transporte de itens na parte superior do avião é regido por um conjunto de regras básicas definidas pela ANAC, a Agência Nacional de Aviação Civil, além de algumas normas que variam de acordo, tanto com a companhia aérea quanto com o país de destino. Confira, a seguir, quais são essas definições, para que antes de embarcar, você saiba exatamente o que colocar pode colocar na mala.

 

 

Bagagem de mão

São consideradas bagagens de mão, malas, bolsas ou mochilas com tamanho suficiente para serem acomodadas embaixo do banco do passageiro ou no compartimento superior do avião. Nelas, os viajantes costumam levar, bens de valor ou itens que podem se fazer necessários ao longo do voo, como medicamentos e alimentos para crianças, por exemplo.

Além da mala, podem ser levados também cobertores, mantas ou sobretudo, guarda-chuvas ou bengalas, desde que sem pontas, materiais de leitura, quando em quantidade pequena, máquinas fotográficas, notebook, binóculos e suas respectivas maletas, instrumentos musicais, desde que os mesmos possam ser inspecionados pelo equipamento de raio X antes do embarque, além de carrinhos de bebê dobráveis, cesta ou bebê conforto.

 

 

Limite de peso e tamanho da bagagem de mão

As regras em relação ao tamanho da bagagem de mão variam de acordo com a companhia aérea, no entanto, a exigência da ANAC é de que elas não ultrapassem os 10 quilos. Geralmente, as companhias indicam, como limite, a medida de 115 centímetros, considerando a soma da altura, do comprimento e da largura.

 

 

O que pode ser levado na bagagem de mão

Na bagagem de mão, são permitidos itens como:

  • Documentos, carteiras e acessórios pequenos como óculos, jóias, dentre outros;
  • Aparelhos eletrônicos para uso pessoal como celular, notebook, câmeras, tablets e seus respectivos carregadores.
  • Medicamentos essenciais, desde que acompanhados pela prescrição médica com dosagem necessária e o nome do passageiro;
  • Medicamentos básicos, sem a necessidade de prescrição médica, em embalagens de no máximo 100 ml.
  • Cosméticos sólidos como protetor labial, batom, sabonete, dentre outros.
  • Cosméticos líquidos, desde que respeitando a dosagem de 100 ml por embalagem.
  • Itens de alimentação infantil como mamadeiras e alimentos industrializados, na quantidade necessária e suficiente para o período de voo.

 

 

Importante ressaltar que todo e qualquer item líquido deve, necessariamente, respeitar o limite de 100 ml por frasco. Além disso, os mesmos devem estar vedados em uma embalagem plástica transparente, com medida máxima de 20 por 20 centímetros, limitadas a uma unidade por passageiro. A soma total dos líquidos na mala não pode exceder um litro, em nenhuma hipótese.

 

 

O que não pode ser levado na bagagem de mão

Não são permitidos na parte superior do avião objetos cortantes ou perfurantes como tesouras de unha, lâminas de barbear, canivetes e outros itens pontiagudos. Equipamentos esportivos de grande porte, ferramentas e armas também não podem ser levados como bagagem de mão, mas são aceitos nas malas despachadas. Materiais explosivos e inflamáveis e substâncias químicas e tóxicas não podem ser levados em nenhuma hipótese.

 

 

 

Fonte: amelhorcoisadaminhavida.com.br

Compartilhar:

Contato

Cadastre seu e-mail e receba promoções exclusivas!

Seu Telefone (obrigatório)