TITLE

DESCRIPTION

Dicas imperdíveis: o que fazer nas Ilhas Maurício

Saiba o que fazer nas Ilhas Maurício, conheça os principais pontos turísticos e veja 10 atrações imperdíveis para incluir no seu roteiro! E nem todas são praias, viu? A ilha tem uma diversidade incrível com direito a templos, vulcões e muita natureza. Pronto para se apaixonar por Maurício?

1. SE HOSPEDAR EM UM RESORT INCRÍVEL

As Ilhas Maurício são conhecidas por ser um pequeno país insular de cenário paradisíaco. Por lá, você encontrará diversos resorts cinco estrelas à beira-mar, o que deixa a passagem pelo local muito especial. Não é a toa que as Ilhas Maurício é um dos destinos queridinhos para Brasileiros em Lua de Mel, mas quer saber? Ainda que este não seja o seu caso, vale investir em um hotel caprichado e curtir Maurícios com estilo (e muito conforto!)

A maioria são complexos gigantescos que contam com piscinas incríveis, restaurantes, spas e até mesmo campo de golfe.

 

 

2. CURTIR UM DIA NA PRAIA DE LE MORNE ADMIRANDO A FAMOSA MONTANHA

Le Morne é o cartão postal das Ilhas Maurício. A montanha, que dá o nome à praia, é Patrimônio da Unesco e no passado serviu de refúgio a muitos escravos que fugiam das fazendas. Por lá, existem cerca de quatro resorts, mas você pode aproveitar a praia mesmo não estando hospedado em um deles (mas vale lembrar que não existe estrutura de barraquinhas por lá, então vá equipado, leve seu piquenique e capriche no protetor solar).

A areia é bem fina e branquinha, muito gostosa para deitar e curtir o sol da manhã – tudo com a montanha servindo de cenário. Se você curtir uma aventura a mais, é possível subir no topo de Le Morne por uma trilha de cerca de 5km com dificuldade mediana para se ter uma vista privilegiada do local.

 

 

3. NADAR COM GOLFINHOS

Essa é uma atividade que precisa estar no roteiro de quem viaja à Maurício. Os golfinhos são habitantes naturais da Ilha e você pode avistá-los facilmente de diversas praias. Muitas agências promovem passeios em alto mar para nadar com os animais e a experiência, de fato, é muito emocionante.

Nós recomendamos a Agência Dolswin por ser uma operadora sustentável que promove o passeio seguindo todos os protocolos de segurança do ministério do turismo – infelizmente nem todas são assim, o que prejudica os próprios animais que estão em seu habitat natural.

 

O passeio sai bem cedinho e dura pela parte da manhã inteira. Nós passamos cerca de cinco minutos, de fato, nadando no mar com os animais (mas juro que parece uma eternidade), depois damos a oportunidade para outras pessoas (a Dolswin só permite o nado de duas pessoas por vez). Na volta, ainda passamos cerca de meia hora fazendo snorkelling em uma região bem bonita com muitos peixinhos.

 

 

4. FAZER SNORKELLING EM BELLE MARE

Falando em snorkelling, um dos melhores lugares para a atividade é a praia de Belle Mare. Isso porque lá a água é bem cristalina, aumentando (e muito) a visibilidade, e possui diversos corais, que servem de abrigo para os animais.

 

Apenas com o óculos de mergulho já é possível se encantar pela vida marinha, não precisa nem de cilindro com oxigênio. Mesmo no raso, a beleza já é indescritível!

 

 

5. IR ÀS COMPRAS NA CAPITAL, PORT LOUIS

Port Louis é a capital e a maior cidade das Ilhas Maurício. Localizada no noroeste da ilha, por lá você encontrará uma variedade imensa de bares, restaurantes e lojinhas. Vale o passeio no fim da tarde para curtir o pôr do sol e garantir alguns souvenires do país.

É lá que está o Waterfront de Maurício (não crie expectativas, é bem menor que o de Cape Town, por exemplo), Le Caudan. Vale a visita!

 

 

6. CONHECER A SEGUNDA MAIOR ESTÁTUA DE SHIVA DO MUNDO, NO TEMPLO GRAND BASSIN

A maior parte da população de Maurício tem descendência indiana, portanto o hinduísmo é muito forte por lá. Grand Bassin é a região mais sagrada para eles, já que acredita-se que o lago está ligado por debaixo da terra com o rio Ganges, na Índia.

Na entrada do templo, há duas estátuas muito imponentes. A de Shiva é a segunda maior do mundo (a primeira está localizada na Índia) com 33 metros de altura. A imagem impressiona pela riqueza de detalhes e, principalmente, pela grandiosidade. A outra estátua, também na mesma medida, é de Durga – considerada esposa de Shiva.

A entrada no templo é gratuita, não há restrição de trajes, mas é preciso tirar os sapatos.

 

 

7. PASSAR UM DIA EM UMA DAS PEQUENAS ILHOTAS DE MAURÍCIO, COMO A ÎLE AUX CERFS

Ilhas Maurício é a principal ilha do arquipélago República da Maurícia, que é composto ainda por Rodrigues, Reunião e outras pequenas ilhotas. Vale incluir pelo menos uma delas no seu roteiro! Um dos passeios mais famosos é o de um dia na Île aux Cerfs – com águas de um azul inexplicável.

A ilhota fica na costa leste, em Trou d’Eau Douce, na maior lagoa de Maurício. O passeio tem em média uma duração de sete horas e inclui um churrasco na ilha. Pelo Get Your Guide você consegue comprar o passeio online antecipadamente por cerca de 60 Euros por pessoa – vale dizer que esse é um dos principais atrativos da ilha, portanto esgota rapidamente.

 

 

8. CONHECER A TERRA DAS SETE CORES, NO PARQUE NACIONAL DE CHAMAREL

O Parque abriga duas grandes atrações de Maurício: a maior cachoeira da ilha e a Terra das Sete Cores. Essa misteriosa região de cores exuberantes está localizada dentro de uma propriedade privada, por isso é cobrada uma taxa de preservação.

 

O solo é muito raro e composto por diversas cores, como vermelho, verde, azul, roxo e amarelo. A terra misteriosa é resultado de um fenômeno geológico da ilha que, por ter origem vulcânica, fez com que a lava oxidasse metais dando essa cor à terra.

Na entrada do parque, fica a Chamarel Waterfall, com 100 metros de queda d’água. Vale parar para admirar um pouco a sua beleza. Não hesite em subir as escadas à direita, por lá a vista é ainda mais linda!

 

9. FAZER PARASAILING EM ALGUMA DAS PRAIAS

Se Maurício já é linda vista do solo, do alto é ainda mais. Eu morro de medo de altura, mas quando vi o as pessoas se divertindo “voando” sob as águas azuis, criei coragem e fui. E que bom! O parasailing é uma atividade de kite onde você é preso a uma asa, numa espécie de para-quedas, e depois é “puxado” por uma lancha.

 

 

10. CURTIR AS ATIVIDADES AQUÁTICAS OFERECIDAS PELOS HOTÉIS

A maioria dos hotéis em Maurício oferece muitas atividade aquáticas inclusas no valor da diária e vale a pena separar um dia para aproveitar todas elas. Dá para fazer stand up, caiaque, windsurf, pedalinho e muito mais a qualquer hora. Basta chegar lá e pedir as instruções necessárias. Dentre as atividades, o snorkelling e glass boat são os únicos que necessitam reserva no dia anterior, para garantir espaço no barco.

 

Fonte: https://ideiasnamala.com/

 

Compartilhar: