Marrocos está na Copa do Mundo, mas de olho no potencial turístico

Depois de 20 anos sem participar da Copa, Marrocos mostra que está preparado para receber turistas de todo mundo

Um dos cinco países africanos que ficou invicto durante as eliminatórias, está de volta ao mundial. O time dos Marrocos, neste ano, sob o comando do ex-jogador francês Hervé Renard, é considerado por especialistas como uma das melhores seleções marroquinas já vistas. Mesmo encarando francos favoritos, como Espanha e Portugal, Marrocos promete não ser mais o coadjuvante das Copas.

Quando o assunto é turismo, Marrocos é protagonista entre os destinos africanos. O país oferece paisagens incríveis, cores vibrantes, culinária e cultura riquíssimas. A oito horas e meia de voo direto do Brasil (partindo do Rio de Janeiro ou São Paulo), Marrocos é muito mais que cenários da telenovela O Clone, ou o clássico filme Casablanca, de 1942.

Localizado de forma privilegiada, Marrocos faz fronteira com a Argélia e Mauritânia. Ao norte, uma viagem de ferry boat cruzando o Estreito de Gibraltar deixa o visitante, cerca de 60 minutos depois, no sul da Espanha. A cidade com turismo mais aquecido é Marrakesh, com hotéis, spas e resorts de luxo. Tânger, Fez, Casablanca e Essaouira são outros destinos procurados devido às suas praias e comércio atraente e com preços competitivos.

Outro grande atrativo é a sua variada culinária. “Com influências árabes, francesas, desérticas e do mediterrâneo, as refeições marroquinas são perfumadas com toques de ervas e condimentos, sempre envolvendo os clássicos cuscuz e variados tajines”, aponta o CEO da Travely Operadora de Turismo, Renan Tavares.

Além dessas atrações espetaculares, outra vantagem do turista brasileiro é não precisar de visto. O visitante recebe a autorização de entrada no país no aeroporto ou fronteira terrestre. Dentro do avião, o passageiro preenche um documento, que deverá ser entregue à companhia aérea. É fundamental, no entanto, que o passaporte tenha, no mínimo, 6 meses de validade. “Mesmo que passageiros que partam do Brasil não precisem de visto, é importante lembrar que países como Israel, África do Sul, Zimbabwe e Ucrânia, por exemplo, precisam de visto para Marrocos antes da sua chegada”, finaliza o CEO da Travely Operadora de Turismo, Renan Tavares.

Serviço:

Travely Operadora de Turismo

www.travely.com.br

0800 649 1111

Foto: Divulgação.

Compartilhar:

Contato

Cadastre seu e-mail e receba promoções exclusivas!

Seu Telefone (obrigatório)