Vientiane: Atrações imperdíveis na capital do Laos

Confira as atrações!

5 atrações imperdíveis em Vientiane

A capital do Laos é um prato cheio a quem também gosta de explorar um local novo com calma, viajando devagar e conhecendo cantos que nem sempre aparecerão em guias de viagem.

 

 

A seguir listamos 5 atrações que para nós mostram como a capital do Laos deve ser parada obrigatória a quem viaja pela região.

 

 

  1. O Rio Mekong

Já importante em outros locais onde passa pelo Sudeste Asiático, em Vientiane o Rio Mekong reina, com a cidade acontecendo quase inteiramente voltada a ele e espalhando-se ao longo de seu curso.

Conhecer o rio e explorar o que acontece em suas margens é o ponto de partida fundamental para capturar a energia e a essência da capital do Laos.

Caminhar pelo centro margeando o Mekong e as ruas paralelas mostrará em um só local as diversas identidades que formaram o Laos como país. É ali que estarão as bandeiras hasteadas, os monumentos aos heróis da revolução, as barraquinhas de roupas e quinquilharias, a comida de rua, os parques de diversão, o tai chi dos idosos na praça, os bares lotados de gringos.

Uma vez em Vientiane, mesmo que tente ir contra, você estará sempre indo de encontro ao Mekong, e esta não é uma experiência que você vai querer perder.

Relaxe, respire, peça uma garrafa de BeerLao, observe o melhor pôr do sol da região e aqui você começará a entender o que significa estar neste país fascinante.

 

 

  1. Os templos do centro de Vientiane.

Templos budistas não faltam no sudeste asiático, mas depois do deslumbramento inicial ao ver e entrar nos primeiros que você tiver contato, certamente você começará a se questionar porque deveria visitar este ou aquele, mas garanto que há algo de especial em Vientiane que é difícil de ver em outras cidades mais visitadas: o uso corrente pela população.

Os templos de Vientiane, especialmente os do centro, não se diferenciam muito dos demais que você poderá ver em Bangkok ou Luang Prabang, mas na capital do Laos eles ainda não se tornaram pontos de peregrinação turística e sequer cobram ingresso, sendo possível, em rápida caminhada, visitar diversos deles em sequência e sem gastar um só Kip (a moeda do Laos) do bolso.

Mas o mais interessante da visita pode ser não apenas fotografar e observar os detalhes arquitetônicos, e sim prestar atenção na rotina local, nos hábitos da população e dos frequentadores que ainda os utilizam regularmente – ao contrário de Luang Prabang, por exemplo, onde os mais importantes templos, apesar de ainda serem espaços sagrados à população, têm função maior como museu do que uso religioso.

 

 

  1. Wat Si Muang

É um dos mais antigos templos do Laos, construído no século XVI, em cima de um antigo templo hindu Khmer, onde ainda é possível ver as ruínas do antigo altar. Ele é bastante visitado, pois, além de ser bastante antigo, fica muito bem localizado e em constante funcionamento, sempre com monges distribuindo bênçãos aos fieis. Larissa mesmo entrou na fila e recebeu a pulseirinha branca que traz harmonia e sorte.

Sua sala maior, onde se encontra a principal estátua de Buda, vive cheia de oferendas lindíssimas, iluminando todo o espaço com velas.

 

 

  1. Wat Si Saket

Ainda no centro da capital do Laos, quase em frente ao Palácio do Governo, destaca-se o Wat Si Saket, um conjunto arquitetônico religioso que se acredita ser o mais antigo templo de Vientiane a ter sobrevivido aos dias atuais.

Este sim transformado em museu, o Wat Si Saket tem em seu interior diversas imagens de Buda nos mais diferentes estados de conservação. Muito interessante e super-rico, sendo possível ver estátuas das mais diversas épocas e estilos.

 

 

  1. Pha That Luang, o símbolo do Laos

A arquitetura religiosa de Vientiane não é formada só por templos desconhecidos. É na capital do Laos que fica o That Luang, uma enorme estupa dourada que, caso você seja fanático por viagens já deve ter visto por aí em fotos, mesmo sem saber onde fica.

O Pha That Luang é o símbolo do Laos e o monumento mais importante do país. É em torno dele que se desenvolveu a imagem do Laos como nação independente. Sua arquitetura é impressionante, onde a estupa apresenta três níveis diferentes, mostrando a transição do mundo material ao espiritual. O primeiro nível representa o submundo, o segundo, os 30 ensinamentos do budismo e o último, e mais estreito, a iluminação pessoal.

Do centro de Vientiane, uma corrida de Tuk Tuk até o That Luang custará 40.000 Kip (5USD). Alternativamente, na estação de ônibus Talat Sao (ao lado do Shopping Center) você pode pegar o ônibus número 20, que passa em frente.

Uma vez por aqui, aproveite e visite também os outros templos que existem ao redor para ver o quanto a arquitetura asiática consegue ser sofisticada. Esses outros são gratuitos, diferente do dourado, que é cobrada a entrada.

 

 

 

 

Fonte: vidacigana.com

 

Compartilhar:

Contato

Cadastre seu e-mail e receba promoções exclusivas!

Seu Telefone (obrigatório)